Pondé e a geração “Capitão Planeta” (07/11/2011)




Você se lembra do desenho “Capitão Planeta“? Nele um grupo de jovens de várias etnias (brancos, negros, amarelos, vermelhos, enfim, todas as “cores do arco-íris”) defendia o planeta. Acho que “Capitão Planeta” deveria ser o patrono dos “novos jovens” que invadiram Wall Street , o Viaduto do Chá e a USP.

Estes, então, são ridículos, se acham acima da lei e não querem polícia no campus. Como ficam as alunas violentadas? Devem pedir ajuda para o fantasma de Foucault?

Muito professor-cheerleader é culpado por isso quando fala de “jovens que lutam por um mundo melhor”. Este “mundo melhor” é o que eles têm na cabeça e que implica sempre eliminar quem não concorda com eles (o movimento estudantil sempre foi extremamente autoritário).

[…]  A mídia ideológica, cansada do marasmo desde maio de 1968 (aquela “revolução francesa” dos estudantes entediados que acabou numa noite gostosa de queijos e vinhos), abraçou esses “movimentos” como um novo “partido mundial dos jovens”. Engraçado como gente (os “jovens”) que não paga suas contas (papai as paga ou alguma instituição) acha que pode “resolver” o mundo.

[…]  Um objeto fetiche desses caras é a Primavera Árabe. Assim como o restante desses movimentos dos últimos meses, todos diferentes entre si, o árabe pode ter diferenças importantes internas ao próprio mundo árabe.

[…]  Ocidentais que não conhecem o Oriente Médio pensam que a maioria da população lá é do tipo “paz, amor e viva a diferença”. PURA IGNORÂNCIA.

Luiz Felipe Pondé (jornal FSP – 07.12.2011) 

Para ler o ARTIGO COMPLETOAQUI


** ESTE ARTIGO É PROPRIEDADE INTELECTUAL DO AUTOR E DO JORNAL QUE O PUBLICA **


Anúncios

~ por Pathfinder em 07/11/2011.

Uma resposta to “Pondé e a geração “Capitão Planeta” (07/11/2011)”

  1. É a mais pura verdade. Os jovens de hoje infelizmente não têm ideais, apenas mimos… Parecem um bando de mimados esperneando por um “pirulito”, como se o mundo girasse em torno do umbigo de cada um… É uma tristeza… Vivemos a geração da Ditadura da Mídia…
    Adoro o Pondé e o seu jeito hilariante de escrever realidades tão duras.

    Também sou pernambucana. Um forte abraço pra ele, sou fã!

Comentários encerrados.

 
%d blogueiros gostam disto: